sourceofsecurityhead_1x1.jpg - 30786 Bytessourceofsecurityhead_1x2.jpg - 32441 Bytes
sourceofsecurityhead_2x1.jpg - 33324 Bytessourceofsecurityhead_2x2.jpg - 38391 Bytes
 

 

( Manuel Veloso )

 

sourceofsecuritybar2.jpg - 3993 Bytes

 

.

 

Não foi a razão nem foi o acaso
Que uniu nossas vidas em tempo tão certo
Que venceu o espaço tão longe e tão perto
Sem tempos de avanço, sem nenhum atraso

 
Depois que eu orei  virar novo vaso
O Pai concedeu lograr novo acerto
Se cumpriu a benção e agora decerto
Mais bençãos virão sem espera e sem prazo!

 
Pois Deus é assim, cumpre o que promete
E vai mais  além do que prometeu
Tanto ama o filho como ama o ateu
Mas só abençoa quem se compromete!

 
Com a sua Palavra jamais retrocede
E nas sua bênçãos atrás nunca volta
Nos quer sempre atentos e de alma solta
E cada um colher conforme procede
 
 
Se estamos felizes,  foi  plano Seu
Se logo estivermos unidos a Ele
Nos protege a alma e também a pele
 Conforme a fé que nos concedeu!

 
sourceofsecuritybar2.jpg - 3993 Bytes

 
Manuel Veloso
Salvador, 3 de Fevereiro de 2013

Salvador- Bahia - Brasil